Carnaval de Belo Horizonte começa neste fim de semana com 17 blocos de rua

A programação das festividades momescas é a maior já vista na cidade

    • Por Guilherme Xavier

Começa oficialmente neste sábado, 27 de janeiro, o Carnaval de Belo Horizonte. Dezessete blocos desfilarão no fim de semana, dando início à folia que até 18 de fevereiro levará às ruas da cidade 480 blocos em 550 cortejos. Com o início da programação oficial, já estarão disponíveis neste primeiro final de semana mais de mil banheiros químicos aos foliões. Além disso, os ambulantes cadastrados na Belotur já estarão autorizados a vender bebidas e adereços carnavalescos.

 

Um dos destaques de sábado é o bloco Carna Flora, que se concentra às 11h no bairro Floramar, na Regional Norte, na rua José Soares, 147. O bloco foi fundado pela comunidade, com o intuito de mobilizar os moradores do bairro em torno da valorização do espaço público. O Carna Flora é um bloco que une pessoas de todas as idades e ilustra o movimento de descentralização que vem ocorrendo no Carnaval de Belo Horizonte.

 

No domingo, merece atenção o AfrOdum, que surgiu para participar do desfile oficial do Carnaval, à época na avenida Primeiro de Maio, na categoria Bloco Afro. Depois disso, a categoria acabou extinta e o bloco ficou inativo até 2018, quando volta a desfilar, desta vez como bloco de rua. Seu retorno tem como propósito o fortalecimento da cultura negra e de suas raízes, discutindo seu papel na sociedade. O bloco se concentra na avenida Brasil 944, em frente ao Colégio Arnaldo, a partir das 14h.

 

A relação completa dos blocos que desfilam no final de semana pode ser encontrada no aplicativo da prefeitura, já disponível para Android e iOS ou no site oficial do Carnaval de Belo Horizonte: www.carnavaldebelohorizonte.com.br

 

Carnaval de Belo Horizonte 2018

 

O Carnaval de Belo Horizonte, que acontece oficialmente do dia 27 de janeiro a 18 de fevereiro, se tornou um dos mais surpreendentes do país. Para este ano, a expectativa é de 3,6 milhões de foliões, 20% a mais que em 2017. Serão cerca de 480 blocos de rua com 550 desfiles.

​​

Entre as novidades estão os nove palcos oficiais distribuídos entre as regionais, descentralizando ainda mais a programação na cidade. Além disso, melhorias estruturais acontecerão na avenida Afonso Pena para o desfile das escolas de samba e blocos caricatos. Pela primeira vez na história da cidade, a avenida será pintada de branco para valorizar as fantasias e adereços, assim como acontece nos sambódromos. No local será instalado ainda um cronômetro para contar o tempo dos desfiles.

 

Outro aspecto importante, também previsto no regulamento, é a abertura de espaço para o surgimento de novas escolas e blocos, um ingrediente com potencial para trazer inovação e renovação para o Carnaval.

 

O Carnaval de Belo Horizonte 2018 tem o patrocínio da Skol, parceira há cinco anos da folia na capital, e da Uber, nova incentivadora da festa na cidade.

Foto Reprodução/ Bloco Juventude Bronzeada © André Fossati